FacebookYoutubePartilharRSS
Área Reservada
Caminhando

Romântico

No passado sábado 19 de dezembro de 2015, a AMUT esteve em grande festa, já que se multiplicaram as iniciativas desde o início da tarde até à madrugada de domingo.

Ainda os relógios não marcavam as 14 horas e já havia movimentações em redor da Casa Branca de Gramido, a proposta era aliciante e iniciou com uma intervenção musical protagonizada pela nossa caminheira Morgana Patriarca e sua flauta “mágica”, dando o mote para o arranque da apresentação do livro “Os AMUT’eiros nos Caminhos de Santiago – De Gondomar ao Fim da Terra”.

Logo de seguida a Presidente da AMUT, Ângela Pereira, leu a Invocação, lida pela primeira na missa do peregrino na Catedral de Santiago de Compostela, presente nas últimas páginas do livro. Após algumas palavras emocionadas, seguiu-se a exibição dos filmes da partida dos AMUT’eiros de Gondomar, em Agosto 2014, da Igreja dos Capuchinhos, e o da chegada, passado 7 dias de caminhada, a Santiago de Compostela.

Logo de seguida, os presentes foram presenteados com os testemunhos dos associados mais novo e do mais “maduro” que fizeram o caminho nos anos 2014 e 2015, e que escreveram para este livro, o David Patriarca e o Joaquim Branco da Silva. Ambos deixaram em palavras as suas sensações sobre o significado de fazer o Caminho de Santiago.

O livro descreve as várias etapas realizadas pelos AMUT´eiros pelo Caminho da Costa Atlântica (ano 2014) e de Santiago a Finisterra (ano 2015), ilustrado com muitas fotografias, e apresenta o testemunho de alguns dos que quiseram partilhar a sua experiência. Ainda se juntou um DVD com um filme das fotografias partilhadas pelos “paparazzis” caminheiro, relativo a cada dia de caminhada.

Para terminar esta apresentação, foi ainda apresentado um filme resumindo a viagem de Santiago a Finisterra, e a presença dos AMUT’eiros na Missa do Peregrino na Catedral de Santiago, onde todos os presentes puderam assistir ao famoso Bota-fumeiro. Durante esta exibição, tivemos o privilégio de ouvir a nossa caminheira cantora, Ariana Rego, a cantar e a encantar.

Nesta altura já o Exm.º Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Dr. Marco Martins, nos honrou com a sua presença, tendo sido ele, auxiliado pelo vogal da Direção, José Dias, a entregar os Prémios de Mérito Escolar (constituído por um cheque de 100€), aos três jovens, filhos de associados da AMUT, que obtiveram média final do 12.º ano superior a 17 valores:

- Ana Mafalda Paiva Pais (19 valores);

- Ana Rita Martins Ferreira da Rocha (19 valores);

- Daniela Oliveira Soares (17 valores).

A eles o Senhor Presidente congratulou pelo esforço e os resultados desejando as maiores felicidades para o futuro, a AMUT associando-se a este desejo.

Seguiu-se a Cerimónia de entrega dos certificados da formação aos formandos e formadores dos Encontros de Sabedoria da AMUT, também pelas mãos do Exm.º Senhor Presidente, Dr. Marco Martins, assessorado pelo Tesoureiro da Direção da AMUT, António Ferreira.

A festa na Casa Branca terminou com a subida ao “palco” de toda a Direção da AMUT, da Presidente da Assembleia Geral, Fernanda Torres e dos colaboradores, tendo a Presidente da Direção agradecido a todos o seu empenho diário, indispensável e preponderante para que a AMUT continue a ser um projeto de todos e para todos na busca de soluções que melhorem a qualidade de vida dos seus associados e da comunidade onde se insere.

A Festa continuou, mas agora com uma caminhada cultural, inserida no Programa AMUT’Porto de História, orientada e preparada com todo o carinho pela nossa historiadora caminheira, Maria José Ferreira. Os participantes encontraram-se no Jardim de S. Lázaro. Apesar dos sucessivos “mails enviados”, algum problema de comunicação com o S. Pedro levou a que a caminhada se fizesse com alguma chuva. Foi a justificação para os AMUT’eiros exibirem as suas capas e guarda-chuvas.

Após um breve enquadramento histórico da época romântica (tema deste percurso) e da criação do jardim onde nos encontrávamos, a nossa querida guia, Maria José Ferreira, encaminhou-nos até ao Teatro de S. João, onde, no Hall de entrada nos presenteou com mais um pouco de História e algumas estórias. Com o abrandar da chuva, seguimos pelas ruas estreitas e pouco iluminadas que nos levaram até à fantástica Estação de S. Bento, onde nos podemos deliciar com os contos, azulejos e a arquitetura.

A chuva deixou de merecer atenção dos AMUT´eiros, os dizeres da nossa guia, a iluminação própria da época natalícia, a beleza das ruas num tom colorido, o brilho provocado pelas gotículas da chuva e a água no chão teve um efeito mágico e abrilhantou a nossa caminhada ao longo do passeio nocturno, que findou no Solar do Vinho do Porto junto ao Palácio de Cristal.

De regresso aos carros, que ficaram nas imediações do Jardim de S. Lázaro, a direção foi a Quinta da Bonjóia, para uma grande confraternização entre os animados AMUT´eiros. Aqui as mesas se rechearam das iguarias trazidas pelos convivas para partilha de todos e logo de seguida ao jantar, se subiu ao palco e se queimaram energias no bailarico. A boa disposição e a alegria foram o prato da noite, e cada um pôde deixar na árvore de Natal a sua estrelinha com um desejo para o ano 2016.

Já era Domingo quando os últimos AMUT’eiros se despediram da última Festa do dia, cansados mas cheios de vontade do próximo encontro.

Fechou assim um ano cheio de muitas atividades dignas de registo, que contribuíram para o bem-estar e saúde da cada vez mais numerosa Comunidade AMUT´eira.

O próximo ano está “já ali” a chegar e são muitas as atividades programadas… Esteja atento e participe, pela sua saúde!

Feliz Natal