FacebookYoutubePartilharRSS
Área Reservada
Caminhando

V Trilho dos Canos de Água - Viana do Castelo

No sábado 4 de Julho, mais uma vez um grupo 55 AMUT’eiros juntaram-se pelas 7h30 e saíram da Câmara Municipal de Gondomar, com destino a Santa Luzia, Viana do Castelo, com o sol a raiar por entre algumas nuvens.

Com a aproximação a Viana do Castelo, o céu foi escurecendo, escurecendo até se dar… a precipitação! Os caminheiros ficaram um pouco ansiosos devido aos trajes escolhidos para um belo dia de sol. Capas de chuva? Ninguém pensou nelas! E ainda havia a questão do local para o picnic… que se previa ser debaixo de uma bela “sombra”, nenhum lugar onde se abrigarem!

A chegada a Viana foi debaixo de uma intensa chuva miudinha, saímos todos do autocarro protegendo-nos da chuva da melhor forma e em corrida apressada até à Leitaria do Carmo, onde podemos tomar o pequeno-almoço que, segundo dizem, tem “os melhores jesuítas do mundo”.

Durante esse período de confortar o estômago, travou-se um diálogo intenso com as forças terrenas e não terrenas de forma a resolver a problemática da visita inesperada da chuva. Para alguns seriam as lágrimas de alegria de Viana por ver os AMUT’eiros a chegar. Para outros a tristeza expressa de quem não nos pode acompanhar.

Terminado o pequeno-almoço, obtivemos informações de que a chuva iria dar espaço a um resto de dia soalheiro. Mas, sabem como é, nem todos confiaram e preferiram “jogar pelo seguro” deambulando pelo Centro da cidade à procura de vestuário e protetores contra a água que lentamente diminuía.

Na época em que nos encontramos era evidente a falta de oferta de tal equipamento, o que despoletou, já no interior do autocarro, a criatividade de uma AMUT`eira que puxou de um saco plástico de 100 litros de cor azul, com auxílio de uma tesoura, fez três furos, um ao centro para a cabeça e mais dois laterais para os braços, enfiando de seguida o corpo no seu interior. E assim se fez uma autêntica passerelle para delícia de todos.

Ainda dentro do autocarro mas já no cimo de Santa Luzia, fomos abordados por um agente da PSP a perguntar se fazíamos parte dos 43 autocarros esperados para esse dia, alertados pelo facto e mal paramos o autocarro, ocupamos algumas mesas de pedra com as nossas lancheiras, que ficaram a serem guardadas pelo simpático Sr. Motorista enquanto fizemos a nossa caminhada.

Iniciamos a nossa caminhada às 9:30 horas com a foto de grupo, seguindo de imediato para o caminho muito bem sinalizado, por entre nevoeiro, vegetação bastante serrada e com muita humidade, o que provocou em nós o que teria provocado a chuva se ela tivesse persistido em cair: molhamo-nos das pingas de água depositadas nas folhas! Não havia como escapar!

O percurso foi excelente, decorreu em parte sobre as condutas de água, entre muita vegetação e paisagens magníficas, que melhor que as palavras, é documentada pelas fotografias tiradas e partilhadas por muitos AMUT`eiros.

Terminado o percurso, atacamos o farnel confeccionado antecipadamente por cada um, partilhado entre o grupo incluindo o Sr. Motorista e no meio de um ambiente festivo onde não faltou a música dos milhares de gentes seniores que tinham entretanto chegado nos tais 43 autocarros.

Repostas as energias com os alimentos que souberam a manjar celestiais, os AMUT`eiros deram asas à imaginação dividindo-se entre um passeio no grande recinto que é o alto de Santa Luzia e uma visita ao Zimbório para admirar a extensa paisagem sobre a cidade de Viana do Castelo, o rio Minho e a costa Atlântica.

Partimos para uma pequena visita pelo Centro Histórico de Viana do Castelo e uma paragem nas muitas esplanadas que enchem as lindas ruas onde turistas e “nativos” passeiam.

À hora prevista, enchemos o autocarro e com um brilhozinho nos olhos resultante de mais uma boa caminhada retemperante física e emocionalmente, começamos o regresso a Gondomar.

Os AMUT’eiros voltam a encontrar-se no dia 08/08/2015, para o terceiro trilho AMUT’Porto de histórias – Porto Contemporâneo.

De destacar ainda, no fim-de-semana de 29 e 30 de Agosto, inserido no Plano de Caminhadas 2015, a ida a Almeida e Salamanca.

Muita Histórias, estórias e alegria em perspetiva nas quais aguardamos a sua participação.